Posts Tagged ‘stress’

E eu era o único a meditar…

abril 26, 2014

Meditação simples, em que se senta de forma confortável, e o tempo era baseado na respiração. Era outro tempo, no qual não tínhamos muitas preocupações com o futuro ou com problemas no presente, que agora é um sentimento nostálgico que preciso saciar.

A mente não criava truques que me tirassem de concentração, esquecia o mundo que acontecia ao meu redor, sumiam os cinco sentidos, meus pensamentos se extinguiam e o meu ser desaparecia num infinito além. Apesar desse rompimento material, não tinha medo mas a sensação que acredito que seja de liberdade.

Apesar de sentir desfrutar por poucos momentos, parecendo que foram minutos na verdade no tempo que medimos sempre passam mais, até mesmo horas, e talvez o corpo nos desconte em dor.

Depois de alguns anos perdi esse hábito, perdi minha ocultas conexões, as responsabilidades cresceram, os lazeres diminuíram em razão das novas atividades mas em mim reside a felicidade mas infelizmente também um pouco de ansiedade, stress e depressão, que são fardos que eu carrego e a sociedade me induziu a isso, por causa de suas formas de agir que parecem nos contaminar, sujando a mente e o mundo…
Que se resume mais ou menos desta forma:

“Se você está deprimido,
Você está vivendo no passado;
Se você está ansioso,
Você está vivendo no futuro;
Se você está em paz
Você está vivendo no momento presente.”
Lao Tzu

Mas estou tentando retomar essa prática, porém, não com a mesma facilidade como antigamente. Se manter sem se mexer na mesma posição parece enfadonho, qualquer barulho que for, consegue tirar o meu foco assim como qualquer pensamento (até o pensamento de parar de pensar). Agora a mente trabalha contra mim; por exemplo: antes eu focalizava que flutuava no espaço negro com estrelas mas agora nem chego perto, no máximo apareço num labirinto numa penumbra sem saída.

Depois de mais práticas, o corpo vai aceitando esse processo mas a mente ainda continua com suas armadilhas, que envolvem (não necessariamente nesta ordem): preguiça, ansiedade, desejos, medos, etc.

Mas vou continuando esse caminho, nem muito depressa, nem muito devagar: no meio…

Anúncios

Evite Stress

dezembro 7, 2009

Sim esse o matador que pode ser definido como a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos  e que permitem ao indivíduo superar determinadas exigências do meio-ambiente e o desgaste físico e mental causado por esse processo.

Então vai ai algumas dicas:

Reconheça seus Limites: Quando você estiver com algum problema num certo momento, não desita. Aceite-o e tenha paciência para esperar a hora de resolvê-lo.

Compartilhe seu Stress: não acomule dentro de você isso só vai piorar as coisas, se  liberte disso converse com seus amigos sobre seus problemas e preocupações com certeza vai  ajudar você. A ajuda de um profissional (psicólogo, psiquiatra ou assistente social) pode ajudá-lo a evitar problemas mais graves no futuro.

  Pratique Atividade Física: Quando você fizer qualquer atividade física (correr, caminhar, jogar tênis ou cuidar do jardim) estará aliviando a sensação de “opressão”, relaxando os músculos.

Lazer: Na sua agenda deve sempre ter um espaço para o trabalho e para o lazer, pois ambos são importantes para o bem estar. Diversificar a rotina diária ajuda a relaxar e evitar o stress.

Seja Participante: Ficar isolado pode trazer frustração. Tente manter um bom convívio social, seja prestativo a um vizinho, participe como voluntário das organizações assistenciais. Este é um bom motivo para fazer novas amizades e tornar a vida mais interessante.

Chore: Chorar é natural.

Crie um Ambiente Calmo: Nem sempre podemos evitar as dificuldades que encontramos. Porém, podemos sonhar e criar um cenário de muita tranquilidade para escapar uma situação conflitiva. Por exemplo: leia um bom livro, escute uma música agradável, crie uma sensação de paz e tranquilidade.

O que causa stress

  • Desprezo amoroso
  • Dor e mágoa
  • Luz forte
  • Níveis altos de som
  • Eventos: nascimentos, morte, guerras, reuniões, casamentos, divórcios, mudanças, doenças crónicas, desemprego e amnésia.
  • Responsabilidades: Dívidas não pagas e falta de dinheiro
  • Trabalho/estudo: provas, tráfego lento e prazos pequenos para projetos
  • Relacionamento pessoal: conflito e decepção
  • Estilo de vida: comidas não-saudáveis, fumo, alcoolismo e insônia
  • Exposição de stress permanente na infância (abuso sexual infantil).
  • Idade
  • Calor

<<Post 50>>