Posts Tagged ‘socialismo’

Socialismo bom é socialismo utópico

janeiro 6, 2010

Quando se pensa em socialismo se lembra no vermelho da bandeira, uma grande multidão para uma reforma ou revolução. Mas já percebece-se que o no papel é uma maravilha, os conceitos, os objetos, os meios, etc…No entanto, quando implantanto não ocorre como deveria. Tanto o socialismo como o capitalismo nunca funcionam perfeitamente quando inserido no país mas, prefiro o capitalismo, que nós estamos acostumados nesse sistema e temos possibilidade de crescer socioeconomicamente enquanto no socialismo tradicional, tanto o engenheiro como um pedreiro recebem o mesmo salário.

Para alguns a solução para melhorar o desempenho do país, por exemplo, deveria ‘’misturar’’ socialismo com capitalismo porém, é pouco provável que isso também funcione numa escala nacional. No entanto, Saint-Simon propôs que com a base capitalista fazendo a manutenção do Estado mas, só se concordassem em assumir certas responsabilidades sociais. De outro modo, numa escala menor o cooperativismo seria uma ótima solução para a economia de fazendeiros por exemplo, ao invés de um só comprar um trator para suas terras, um grupo de fazendeiros da região repartir o custo da compra do trator e dividir o uso do mesmo, uma ótima solução mas, nem todos pensam assim.

Outra solução mais agressiva seria de fazer uma reforma num país para introduzir o socialismo. E então o passado nós ensina muito e para dar certo deve-se pensar que deverá acontecer muito coisa mas, vamos apenas nós focalizar na revolução. De uma forma simplificada, a burguesia conseguiria trazer o bem estar geral mas, isso não significaria nada para o proletariado por terem necessidades diferentes então seria uma segunda revolução para alcançarem seus objetivos. E também para consolidar um Comunismo é obrigado ter uma ditadura.

Apesar de terem outras formas de ‘’fazer socialismo’’ é muito difícil alterar toda uma nação de uma forma não tão democrática, um dos pontos de conflitos nesse caso seriam: como poderei dividir os bens para outras pessoas para ‘’parecerem’’ iguais perante a sociedade?

Varias repostas eu admito e com certeza mais discussão…

 Sobre o MST fiz um ensaio para ver o que aconteceria se fizessem tudo que dizem fazer: Então vamos imaginar uma situação hipotética, em 2010 o Presidente da Republica fará tudo o que tem que fazer, mas vamos apenas focalizar no MST. Estariam fazendo um projeto que lotearia terrenos improdutivos ou propriedades que não cumprem a função social da ou ambiental. Assim todas as famílias do MST e famílias pobres teriam um lote. Já se sabe que muitos usariam boa parte do lote para subsistência e como a taxa de natalidade é alta, todas as famílias são grandes. Posseiros infelizmente estariam dentro dessa faixa, mas não se tem fiscalização suficiente para isso. Os beneficiados desse programa teriam necessidade de mais dinheiro para construir suas propriedades e a bolsa família não é suficiente, muitos também teriam problemas com o solo improdutivo e precisariam de adubo para resolver. Infelizmente por conseqüência teria uma crise de abastecimento (alimentos, materiais, etc) e o governo teria que desembolsar para resolver isso.

 Muitos grandes proprietários agropecuários se sentiram prejudicados já que perderam hectares e por conseqüência os produtos ficaram mais caros e o governo precisaria subsidiar para não perder o prestígio dos países que importam nossos produtos. Proprietários de certas regiões intensificaram o desmatamento e a contratação de pistoleiros e precisaria das forças armadas.

 Os setores primários e secundários estariam abalados pela crise de abastecimento.  Nós teríamos uma desaceleração da economia (esfriamento do progresso). Outra conseqüência seria da balança comercial (exportação x importação) estar negativa e se continuar assim entraremos numa crise econômica.

 Na parte rural teríamos falta de empregados capacitados como: bombeiros, policiais, professores, médicos, etc. E também teríamos que construir ou melhorar essa estrutura para não ter o aumento nas taxas de mortalidade e analfabetismo principalmente, e precisamos importar esses empregados. Na parte urbana ocorreu o êxodo urbano porque os pobres estão à procura de melhores condições na parte rural.

 Futuramente, as gerações seguintes da parte rural não teriam trabalhos suficientes por lá então estaria acontecendo o êxodo rural e a ‘’favelização’’ das metrópoles.

 Então Presidente acho melhor você mudar a constituição e se tornar um ditador assim terá bastante tempo pra resolver esses problemas.

CAPITALISMO X SOCIALISMO: QUAL SUA ESCOLHA?

setembro 6, 2009

Capitalismo porque: “Socialismo significa apenas inveja do dinheiro alheio.”

Ninguém tem o direito de se apropriar do que não lhe pertence com a falsa desculpa da busca da igualdade.
Igualdade esta alias, completamente utópica.

Capitalismo é o melhor. O Socialismo leva sempre à tirania. Por outro lado, o capitalismo dá mais liberdade às pessoas, favorecendo a livre iniciativa, a concorrência, o livre mercado etc. A idéia de liberdade está atrelada ao conceito de capitalismo, para diferenciá-lo do comunismo, que é autoritário. Ocorre é que os governos são corruptos e cedem às pressões do grande capital, criando leis para prejudicar quem tem menos, restringindo nossa liberdade e permitindo abusos por parte dos donos do mundo. Então os problemas das democracias modernas estão no modo como praticam e conceituam a democracia, e não no capitalismo em si.

Direita x Esquerda

A simbologia que representa os dois sistemas (capitalismo x socialismo), pode nos esclarecer essa questão: direita x esquerda. Fazendo uma analogia, fica fácil entendermos porque nenhum dos dois funciona bem. Bom, imagine uma pessoa que nasceu com os dois braços saudáveis, mas decidiu amputar o braço direito, pois ao nascer percebeu que todos à sua volta, possuiam somente o esquerdo (radicalismo, principal sintoma patológico do socialismo); agora imagine outra pessoa, em outro lugar do mundo, que embora tenha nascido com os dois braços perfeitamente saudáveis, resolveu desenvolver somente o direito, atrofiando o esquerdo por considerar que o direito é mais forte e mais ágil, e assim teria uma desculpa para não ajudar os pobres, pois a sua mão estaria sempre ocupada acumulando riquezas (egoísmo, principal sintoma patológico do capitalismo).
O socialismo prega a igualdade entre as pessoas, o bem-estar de um, depende do sucesso do outro (o importante é a sociedade); enquanto que no capitalismo o que vale mais é a individualidade, ou seja, cada um tem o que mereceu ter (o importante é o capital); Ok, mas quando eu imagino as pessoas da minha analogia, como elos de uma corrente, a coisa fica assim:
De um lado os socialistas de mãos dadas, unidos somente pelo braço esquerdo, formando assim, um arco infinito que jamais se tornará um círculo, pois falta o elo de ligação.
De outro lado os capitalistas que não podem dar as mãos, pois a mão direita – que é a única que funciona- está ocupada tentando derrubar o colega que está à sua frente, para poder chegar ao primeiro lugar da fila, que nunca acaba, pois ela anda somente para um lado.
Enquanto nós continuarmos olhando somente com um olho, ouvindo somente com um ouvido, e principalmente pendendo somente para um lado, jamais encontraremos um equilíbrio. A balança sempre estará mais inclinada para direita ou para a esquerda…

Esquerdista é quem gosta de acreditar em Papai Noel, que o estado é um deus bondoso e todo poderoso, que arrecada dinheiro pra dar saúde e educação pra todos.

Já o de direita é realista, e sabe que político é populista, promete milagres, tudo de graça “fornecido pelo estado”, mas na verdade só te cobra os impostos e no fim o dinheiro dos impostos fica com eles e seus comparsas.

Qual a diferença entre um pastor e um político?

O pastor te cobra o dízimo, e promete o céu. O político te cobra imposto, e promete saúde e educação “de graça”.

Prometer coisas “de graça” com o dinheiro dos outros é fácil.

<<Post 50>>