Posts Tagged ‘MTV’

Simples assim para Schopenhauer

setembro 28, 2012

“O meio mais seguro para não possuir nenhum pensamento próprio é pegar um livro nas mãos a cada minuto livre.”

Schopenhauer acreditava que para ser um erudito, não bastava ter os melhores livros em sua biblioteca pessoal e apenas lê-los, precisaria fazer um estudo com aquele material para formarmos nossas idéias ou seja; absorver o conteúdo e refletir, aprofundando nossos conhecimentos.

Mas difere entre uma pessoa culta de um filósofo por exemplo, pois seriam outros tipos de “livros”, usando o termo figurado para representar a visão particular do mundo e os descrevendo “metalinguísticamente” (“o mundo para o mundo”).

Posteriormente ao filósofo, com os interesses nas teorias da comunicação uma delas baseada na Escola de Frankfurt iria mostrar os pontos negativos da mídia de massa (jornal, radio, cinema e TV) como a alienação. Entretanto nesse contexto atual, apenas ler um livro não lhe deixará menos alienado.

Então, não se limite a apenas ler um livro…

Anúncios

“Tome Conta do Brasil”

setembro 17, 2010

No site da MTV estava lendo as perguntas até que apareceu essa:

”Na escola onde eu estudo foram reduzidas as aulas de filosofia, a escola é pública. Na minha sala tinha duas aulas de filosofia por semana e agora só tem uma e fiquei sabendo pela minha professora de filosofia que isso foi uma iniciativa do ministério da educação que na sua opinião já tinham muitas aulas de filosofia, algo que eu acho ridiculo, como duas aulas de filosofia, pode ser considerado muito, em um país onde é destaque a fome a desigualdade social explicita?
Gostaria de saber da candidata Dilma Rousseff do PT, se ela
for eleita pretende continuar com poucas aulas de filo” // 27.07.10 às 17h29

Suspiros da Ditadura

 Na época, as aulas de filosofia foram suspensas porque incentiva os alunos a lerem (livros de grande importância social, política e econômica) e refletirem, pensarem com mais clareza. Então, para o regime seria muito desgastante sofrer pressões populares. Agora “iniciativa do ministério da educação que na sua opinião já tinham muitas aulas de filosofia”, além de ridículo, é também um ato de “incentivo” a alienação dos estudantes!!!